Entry: ELEIÇÕES PARA OS ORGÃOS SOCIAIS DA CTMAD (TRIÉNIO 2011-2013) 2011.01.18



Tal como foi anunciado no jornal, no próximo dia 31, segunda-feira, vão decorrer as eleições dos Corpos Sociais da CTMAD para o triénio 2011-2013.

As urnas abrirão às 15 horas e estarão abertas até às 22 horas.
Há uma só lista concorrrente cuja composição e programa eleitoral constam a seguir.
Na Assembleia Geral que decorreu na passada sexta-feira foi manifestado por vários participantes a importância de as eleições contarem com a presença de muitos associados (as).
Foi também sugerido que dado o facto de o acto se prolongar por várias horas e entar pela noite a cozinha e o bar estivesem abertos.
Vimos informar que tal se irá verificar. Haverá os tradicionais petiscos transmontanos e quem pretender jantar terá apenas de se inscrevewr na Sede até ao final de sexta-feira, dia 28.

CASA DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO

LISTA CANDIDATA AOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA

CASA DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO DE LISBOA, SOB O LEMA

"POR UMA CTMAD DINÂMICA NO CUMPRIMENTO DOS SEUS DESÍGNIOS"

(Triénio 2011 – 2013)

Mandatário – Dr. António Carneiro Chaves

MESA DA ASSEMBLEIA GERAL
CARGO N.º SÓCIO NOME COMPLETO CONCELHO(Origem)
Presidente 1053 António Guilhermino Pires Murça
Vice-Presidente 2129 Maria de Lourdes Pereira Vaz Marques Alfândega da Fé
1º Secretário 3587 Alberto Pires Chaves
2º Secretário 3305 José Manuel Jerónimo Teixeira Moncorvo
 
DIRECÇÃO
CARGO N.º SÓCIO NOME COMPLETO CONCELHO(Origem)
Presidente 701 Jorge António de Carvalho Sousa Valadares Chaves
Vice-Presidente 2358 Ana Sara Cavalheiro Alves Brito Torre de Moncorvo
Secretário 1 936 José Teixeira e Castro Chaves
Tesoureiro 791 António João Medeiros Amaro Boticas
Vogal 2288 António Armando Miranda Rodrigues da Costa Mirandela
Vogal 2778 Manuel Augusto Fonseca Martins Vila Real
Vogal 2552 Carlos Alberto Machado Cordeiro Mirandela
Vogal 2760 Teófilo da Silva Bento Miranda do Douro
Vogal 3658 Teresa Maria Simões Sarmento Craveiro Mogadouro
Vogal suplente 2021 Jorge Manuel Pereira Gomes Chaves
Vogal suplente 946 João António Tomás Chaves
 
CONSELHO FISCAL
CARGO N.º SÓCIO NOME COMPLETO CONCELHO(Origem)
Presidente 410 Daniel Justino Santos Moncorvo
1º Vogal 3448 Maria Laura Prestes Maia e Silva Alfândega da Fé
2º Vogal 967 Leonardo Fernandes Antão Miranda do Douro
Vogal Suplente 2810 Elsa Vera Rocha Moreira Mogadouro

CANDIDATURA AOS ORGÃOS SOCIAIS DA CASA DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO

Triénio 2011 - 2013

"POR UMA CTMAD DINÂMICA NO CUMPRIMENTO DOS SEUS DESÍGNIOS"

A decisão de nos candidatarmos às próximas eleições da Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro (CTMAD) assenta na vontade firme que mantemos de cumprir os grandes desígnios desta instituição que estão consignadas no Artº 3º dos seus Estatutos e que se traduzem, no fundo, na defesa e promoção dos interesses da região natural de Trás-os-Montes e Alto Douro e de todos os transmontanos e alto-durienses e seus familiares que residem na Grande Lisboa.

A lista candidata possui uma simbiose de continuidade e renovação, já que alguns dos seus membros pertenceram aos órgãos dirigentes cessantes e outros não. Estamos conscientes de que não vai ser fácil governar a nossa CASA nos tempos difíceis por que passa o nosso país, mas prometemos tudo fazer para mobilizar o maior número de transmontanos e alto-durienses no sentido de, com um espírito de união em torno do sentimento de pertença e dedicação a uma comunidade, ajudarmo-nos uns aos outros e ajudarmos a nossa região natural a crescer humana e materialmente. Vamos lutar para que a CTMAD seja uma espécie de Embaixada da nossa região na Grande Lisboa, com ligações sólidas entre os seus associados e a região, dando expressão e visibilidade aos valores da nossa região nesta grande metrópole que é a Grande Lisboa. Procurando insistentemente a maior interação possível com os organismos de Administração Central, Regional e Local para benefício mútuo, teremos em vista a promoção do património histórico-cultural e turístico da região natural de TMAD bem como o fomento da cultura em geral e em particular da que é inerente à nossa região.

Conscientes de que há aspetos vitais para o regionalismo e em particular para o futuro da CTMAD, como são o alargamento e rejuvenescimento da massa associativa e a existência de uma nova Sede com melhores condições que a atual, pretendemos prosseguir na senda do crescimento do número de associados que efetivamente contribuem para a sustentabilidade da instituição e desenvolver um processo de incentivo de jovens que migraram da nossa região para Lisboa e arredores a associarem-se a nós e participarem nas nossas atividades. E prometemos continuar a pugnar por uma Sede com muitas melhores condições para receber os associados que participar nas mais variadas atividades e com outras potencialidades para maior captação de rendimentos.

No contexto atual torna-se necessário que as instituições criem sinergias através de associações, confederações ou simples protocolos que estabelecem entre si. Pretendemos alargar os horizontes com a interação com outras associações regionais que perseguem objetivos paralelos aos nossos, tendo como objetivo a defesa dos interesses do regionalismo e do benefício das regiões desfavorecidas do nosso país. Vamos também procurar ir ao encontro de clubes ou associações que, através de protocolos, possam beneficiar os associados da CTMAD.

Pretendemos prosseguir com as mais diversas atividades, sociais, culturais, recreativas, turísticas e tentar intensificar outras igualmente importantes, como é o caso, por exemplo, da divulgação e venda de produtos regionais de TMAD. Procuraremos dar particular atenção ao aperfeiçoamento da comunicação com e entre os sócios, levando-lhes os acontecimentos da Região, a realizar ou já realizados, aprofundando o processo de renovação do Notícias de Trás-os-Montes e Alto Douro em curso, pondo-o cada vez mais em estreita ligação e consonância com informação viva e actual na Internet, num portal da Casa que pretendemos construir. E tudo faremos para dinamizar o funcionamento do Conselho Regional, estrutura da maior importância para a ligação da Casa à região e seus órgãos de Administração Regional ou Local, como órgão no qual gostaríamos de contar com um apoio conselheiro. Embora estejamos conscientes que tal desiderato não depende só de nós, esforçar-nos-emos por manter uma ligação efetiva com esse órgão de modo a que a troca de informação entre ele e a Direção seja célere e eficaz.

É nossa intenção providenciar para que, no próximo triénio, sejam levadas a cabo Jornadas de Reflexão Estratégica sobre a CTMAD tendo em vista a promoção do seu desenvolvimento a curto e a médio prazo, com base na atualização da sua legislação e modo de funcionamento a partir da mais ampla participação e experiência de todos os associados que a ela se têm dedicado e nela têm trabalhado ao longo de vários anos.

Em suma, iremos tentar ser um elemento aglutinador que permita o diálogo entre todos os sócios que pretenderem afirmar-se como pró-ativos no sentido da valorização desta CASA que nos acolheu e da sua ação prospetiva, criando o espaço que permita a afirmação de todas as iniciativas que beneficiem o progresso e desenvolvimento de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Lisboa, Dezembro de 2010

   0 comments

Leave a Comment:

Name


Homepage (optional)


Comments